Category: Engraçado


Depois de muito tempo, um post só para não dizer que o blog morreu =)

Caverna do Dragão = Escritório de TI

Escritório = Caverna do Dragão: Quem trabalha em São Paulo sabe disso. O escritório geralmente fica num lugar longe pra caramba, cheio de perigos para chegar (Marginal Tietê, enchente, trânsito), onde você nunca sabe como chegou e tem que penar para sair. Na verdade quando você entrou nele parecia um parque de diversão, mas na verdade é o lugar onde você vai passar por todo tipo de perrengue antes de voltar pra casa!

Gerente de TI = Mestre dos Magos: Responsável por te colocar nas maiores enrascadas, sempre aparece do nada, pergunta umas paradas nada a ver, não tem reposta para nenhuma de suas perguntas, nunca ajuda e por ele você não sai nunca da Caverna do Dragão. Dizem que ele tem um poder e conhecimento ilimitado, mas você nunca vai ver em utilização. Se é que é verdade mesmo…

Suporte Técnico = Uni: Só faz volume no grupo, não tem nenhuma habilidade especial, não sabe falar (nem escrever), precisa ser salva a toda hora colocando a equipe toda em perigo. Na verdade ninguém sabe porque ela está na party, e sempre tem um que quer se sacrificar para ajudá-la. E no final, a party nunca vai embora sem a Uni!

Gerência de Projeto (PMO) = Vingador: Como se não bastasse o Mestre dos Magos para encher o saco, o Vingador (que não tem nada a ver com você ou com seus problemas) vem toda hora te torrar a paciência, aumentando suas tarefas (ou enrascadas) e tentando te aterrorizar com prazos e atividades que você não pode cumprir. Na verdade a função principal dele ninguém sabe direito, mas é um dos seres mais temidos da Caverna do Dragão, que sempre aparece na hora errada e quando aparece você sabe que vem encrenca…

Equipe de Manutenção = Eric, Diana e Presto: Tem um que sempre quer se defender de tudo quanto é bucha (com o escudo) e está sempre reclamando por isso, outro que é obrigado a fazer mágica para cumprir a demanda (com o chapéu), e no final todo mundo acaba tendo que pular todos os processos (com o bastão) para o sistema voltar a funcionar….

Equipe Desenvolvimento = Hank, Sheila e Bobby: Sempre precisa conseguir fazer qualquer coisa (arma, defesa, corda, rede, programa em três camadas) com apenas um arco e flecha e tem sempre um novato que vem e acaba quebrando tudo o que funcionava perfeitamente (com o tacape). E a Sheila? Digamos que sempre tem um que desaparece quando mais se precisa…

Cliente = Tiamat: No fundo, só quer ter um pouco de sossego. É gigante e poderoso. A Uni (suporte) acha que ele vai  comê-la, por isso se caga de medo e perde a voz perto dele, o Vingador (PMO) que se acha o maioral, também treme na base e acaba cedendo a tudo o que ele pede, o Mestre dos Magos (Gerente) não ajuda em nada mesmo, só fica perguntando coisas sem sentido e some quando se precisa dele, e sempre sobra para a party (Manutenção e Desenvolvimento) se f*#% para vencê-lo a qualquer custo… E depois, com todo mundo cansado e sem paciência, o Mestre dos Magos e o Vingador voltam para trazer mais um desafio antes de te deixar voltar para casa…

Faltando meia hora para o final do expediente, o que fazer ?
Que tal pegar uns “lançadores Nerf” e partir para o tiroteio no escritório ?
Confira abaixo a Guerra entre TI e Vendas

<Problemas técnicos>
Link para o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=pVKnF26qFFM

17:00 – Hora de embora, larga tudo o que está fazendo e sai correndo!
Quem sai perdendo na guerra, é sempre o faxineiro!

No consultório do psiquiatra um homem se arrasta com algo na boca.

Psiquiatra:
– Ah, olha quem veio aqui? É um gatinho?

O homem rasteja para outro canto. O médico o segue:
– Um cachorro?

Ele se rasteja até embaixo da mesa do médico e coloca a mão sobre o computador e vira-se para um buraquinho no chão puxando um fio.
O médico então senta-se na sua poltrona e diz:
– Ok, acho que realmente é um gato, quer conversar sobre isso.

O cara tira da boca um rolo de fita isolante e diz:
– Ei doutor, ou o senhor me deixa em paz ou não vou mais instalar porra de interntet nenhuma aqui ?

Muito bom (e quase totalmente verdade!)